arqui]vos de antropo[logia

[O 9, 6]

Vamos, minhas irmãs, marchemos noite e dia;
A qualquer hora, a qualquer preço, é preciso fazer amor,
É preciso, aqui embaixo o destino nos colocou
Para proteger o lar e as mulheres honestas.

Barbier, Satires et Poèmes: Lazare, Paris, 1837, p. 271 (cit. em Liefde, Le Saint-Simonisme dans la Poésie Française (entre 1825 et 1865), Haarlem, 1927, p. 125).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *