arqui]vos de antropo[logia

[p 4, 4]

“De maneira inesquecível, Balzac descreveu a fisionomia do parisiense: os rostos atormentados, maltratados pelo sol, lívidos, ‘a cor quase infernal das fisionomias parisienses’; não são nem rostos, são máscaras.” Ernst Robert Curtius, Balzac, Bonn, 1923, p. 243 (citação extraída de La Fille aux Yeux d’Or).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *